Eis o Vegano Recifense

Prazer, sou o Ewerton Lenildo e único dono deste cantinho chamado (como você já deve ter reparado, risos) Vegano Recifense. Quer saber um pouco mais sobre mim além da minha escrita? Então continua lendo! :)



"Vou falar um pouco de mim e torço para que vocês me entendam em toda minha complexidade - ou a maior parte dela. Meu pai faleceu faz alguns anos, mas tenho minhas flores ainda (Minha mãe e minha irmã) e zelo muito por elas. Tenho um relacionamento homoafetivo há três anos e espero que dure toda a minha vida. Sou muito bem resolvido comigo mesmo e com o que eu quero para a minha vida. Creio que a vida é feita de ciclos, mudanças e experiências. Nada deve morrer como começou. E isto deve valer para todos.

Então o que posso dizer? Escrever é minha vida. Tenho muitas vontades, muitos sonhos, muitas prioridades, muitos pensamentos, muito tudo. E o engraçado é que no meio de desconhecidos sou deveras silencioso mesmo com uma mente tão hiperativa. Penso sobre tudo. Analiso tudo e todos. Julgo alguns silenciosamente de primeira olhada, mas analiso com mais calma e vou deixando meus preconceitos de lado e prossigo na fase de observação. Quem nunca? É de nós todos sermos assim, mesmo inconscientemente. Faço vídeos falando bobagens só para mim, textos que nunca serão lidos pelos outros (nem por mim) e muitas vontades não reveladas.

Sou comunicativo, paciente, tenho muitas vertentes e faces. Tenho muita inconstância mesmo odiando meio termo. Não falsidade, não bajulação. Vegano desde 01 de Março de 2016. 

Tenho me preocupado bastante ultimamente com vida saudável (mas não sou nenhum louco de pedra e/ou radical), alimentação correta, musculação, exercícios de força, Yoga e de lutas no geral (orientais e ocidentais) como sempre falo nas mídias sociais do Blog (SALVE TWITTER). Bebo casualmente com amigos (muito socialmente mesmo), não fumo, não consumo drogas que me façam qualquer dano real (fora o álcool em pequenas dosagens).

Sou vegano (não consumo nada de origem animal na alimentação, vestuário, entretenimento ou em qualquer área que posso na medida do possível e do praticável), Ioguim (praticante masculino do Ioga), vestibulando de medicina (Quero que medicina seja minha vida, apesar de pensar muito ultimamente em Nutrição também, por conta das minhas mudanças na alimentação e pesquisa sobre dietas e alimentos) e sou Bibliófilo (amante, namorador dos livros). Leio de tudo. TUDO MESMO. 

Amo estar conectado com a natureza em suas diversas formas ao mesmo tempo que amo a correria da cidade grande, o olhar frenético das pessoas passeando pelo concreto alheio. Amo lugares vazios, silenciosos e com um ritmo próprio. Lugares com iluminação baixa, palcos escurecidos e casebres fúnebres. Amo as cidades e seus particulares odores e comércios. Tanto é que vivo em Recife, suportando os odores daqui, você aguenta cheiros de quaisquer lugares (comentário "desnecessaryus"), hahaha. Amo viajar. Dos lugares mais remotos do mundo, ao mais simples vilarejos. Ainda darei uma volta ao mundo, podem crer. E compartilharei aqui no Blog se possível for, rs.



Tenho os pés no chão, mas amo planejar, fotografar e ser fotografado, querer, inovar, buscar. Sou realista e posso ser tido como incompreensivo em algumas situações, pois simplesmente vejo algumas coisas a meu modo, mesmo elas não sendo necessariamente de determinado jeito. Mas sou caloroso e sinto tudo, posso garantir. Sou prestativo e amo esta minha qualidade. Procuro me reciclar por completo todos os dias. 

Tenho incontáveis defeitos e até um pouco de bipolaridade, mas na maioria das vezes não demonstro. Sou perfeccionista, estudioso (não sei o que seria de mim sem o conhecimento), humano de coração e alma. Tenho o prazer de não ver o ser humano como um monstro, mas as vezes fica difícil de não fazê-lo. O amor de Cristo é muitas vezes difícil de ser aplicado, pois não é por meio da força e nunca será. Leio e assisto de tudo. Tudo mesmo: poesia, fantasia, biografias, terror, comédias, sobrenatural, drama, guerra, romances, etc. Amo seriados (assisto de tudo um pouco também) para não dizer que sou fanático visitem minhas redes sociais relacionadas, hahaha. 

Sou celebrador da vida (mesmo quando a única solução aparente é a pena de morte, tudo precisa ser analisado na minha humilde concepção e não a apoio) e defensor dos animais desde sempre. Sustentável na medida do possível. Tenho trabalhado muito nesta questão esse ano (2016) e vou melhorar muita coisa ainda até Dezembro. Há uma fagulha de vida em cada criatura menor ou maior que Deus criou e permitiu que evoluísse biologicamente. Então matar ou infligir sofrimento não apoio e sou ativista contra a questão de maus tratos e exploração. Mesmo as mais peçonhentas, é questão de manejo e até caso de correr se não puder lidar. Nada de matar. Infelizmente há coisas que fogem do nosso controle e não conseguimos seguir à risca, essa é uma dessas questões. Se eu pudesse teria um zoológico onde criaria até jacaré, hahahaha. 

Sempre quis ter um cachorrinho ou gatos (amo-os!) mas nunca pude, rs. Um dia. Entretanto, animais que não devem ser de criação doméstica, devem viver na natureza em seu habitat natural. Nada de criar animais silvestres, aves, etc., dentro de chácaras ou fazendas.Não posso me chamar de minimalista, mas aprecio o movimento e pego uns “pitacos” emprestados quando se trata de organizar minhas coisas. Tento eliminar tudo o que me desagrada de maneira eficiente e comigo não há meias verdades. Tenho uma personalidade fortíssima e prezo pelo correto até dentro de uma caverna. 



Hoje posso dizer que sou 80% organizado (há alguns anos era um desastre em organização) e em todas as áreas da minha vida. Pessoal, profissional. Estou rumo ao 100%, pois creio ser possível, deixar de querer abraçar o mundo com as pernas é o passo inicial para se organizar. Há, óbvio, aqueles dias que queremos procrastinar e ficar o dia todo em baixo de um cobertor, mas ai temos que nos lembrar que o mundo não para e nós não colheremos frutos nenhum se continuarmos prostrados. Tento manter o equilíbrio em todas as minhas escolhas e decisões. 

Quando coloco meu nome em algo é para fazer valer. Tenho blogs há muito mais tempo (desde o começo de minha adolescência). Fico avaliando minha alimentação para acabar não sendo hipócrita comigo mesmo, pois se não apoio o sofrimento aos animais, porque como carne e uso infinidades de produtos que são de origem animal? É só um exemplo (não como carne). Enfim. 

Tenho procurado estudar muito esses assuntos para não passar complicações e me contradizer. Estudo todo dia algo relacionado. Não há muita perfeição quando se trata dessas causas pois nem tudo a gente pode controlar e nem ser extremo demais. Usando produtos que fazem testes em animais, comendo os derivados do leite e muitas outras coisas também infligem sofrimento e mortes. A gente tenta fazer o que acha certo e vai acertando aos poucos ao longo do tempo.

Não fui tão profundo, pois é só para vocês terem uma pequena noção, de quem escreve para vocês. No dia a dia, muito será revelado. Fiquem de olho! Bem vindos (eu, inclusive)."

E se quiseres algo a mais clica aqui (este texto mais na íntegra) e veja o que falei de mim mesmo no meu outro blog (Viajante das Letras) onde escrevo todos os dias. 

Abraços.